Manutenção e cuidados com os aços inoxidáveis

Manutenção e cuidados com os aços inoxidáveis

Os aços inoxidáveis têm sido cada vez mais utilizados na construção civil, indústria de transportes, alimentos e bebidas, química, petroquímica, fertilizantes, médico-odontológica, farmacêutica, artigos de cozinha, dentre outras.

As exigências estéticas são satisfeitas pela superfície clara, brilhante e homogênea que asseguram produtos com um design arrojado e limpo. Para a indústria alimentícia, por exemplo, os aços inoxidáveis atendem as exigências mais importantes de limpeza e esterilidade em serviço, prevenindo assim, contaminação por corrosão ou bacteriológica.

As propriedades de resistência à corrosão e higiene são resultados da chamada camada passiva que é formada sobre a superfície do aço inox pela combinação do oxigênio com o cromo.

Em exposição ao ar ou soluções oxigenadas, esta camada que é impermeável, contínua, estável e resistente protege o metal da corrosão.

Por ser lisa, depósitos de materiais estranhos normalmente não aderem à superfície e podem ser lavados facilmente.

Danos na presença do ar ou soluções oxigenadas não são destrutivos, visto que esta se recompõe de maneira acentuadamente rápida.

Essa natureza de autorregeneração, é uma propriedade quase exclusiva do aço inoxidável. Todavia, acúmulos de sujeira, pó e graxa podem ocasionar manchas. Portanto, em ambientes de muita poluição há a necessidade de limpeza periódica.

Os métodos de limpeza e frequência variam consideravelmente conforme a aplicação. Mas é extremamente fácil manter a aparência bonita e arrojada do aço inox.

Na maioria das situações é suficiente apenas uma lavagem periódica com água morna e sabão neutro para restaurar o brilho original. Em outras, como equipamentos para processamento de alimentos, por exemplo, uma limpeza com fortes soluções esterilizantes pode ser feita várias vezes por dia.

Alguns pontos importantes devem ser observados no cuidado e manutenção dos aços inoxidáveis, a fim de manter sua beleza original, e prolongar sua vida útil:

  • Depósitos de sujeira e graxa podem ser facilmente removidos com detergentes e água. Sempre que possível, o aço deve ser inteiramente enxuto e seco após a lavagem. Limpezas regulares manterão a superfície brilhante e ajudarão a prevenir a corrosão.
  • Depósitos que aderem à superfície devem ser removidos, especialmente nas fendas e cantos. Quando forem usados abrasivos na limpeza, friccionar sempre na direção das linhas de polimento ou “grão” do aço inoxidável, para evitar aranhões. Nunca use palha ou esponja de aço comum no aço inoxidável. Partículas de ferro da palha ou esponjas de aço feitas de aço carbono podem aderir à superfície causando corrosão. Use esponja de aço inoxidável ou escova macia de fibras vegetais.
  • Contatos com metais diferentes devem ser evitados sempre que possível. Isto ajudará a prevenir a corrosão galvânica quando presentes soluções ácidas ou salinas.
  • Descolorações ou coloração de aquecimento provenientes de superaquecimento podem ser removidas por polimento com um pó, ou per meio de soluções químicas especiais.
  • Antes da escolha é deve ser feita uma avaliação de todos os materiais e produtos químicos que estarão em contato com o aço inoxidável, bem como uma comparação das propriedades mecânicas e químicas dos mesmos.
  • Evitar que soluções salinas ou ácidas evaporem, ou sequem sobre a superfície do aço inoxidável. Elas podem causar corrosão. Os vestígios destas soluções devem ser eliminados com lavagens intensas.
  • Corrosão por fadiga deve ser evitada. Esse é o resultado de uma combinação de tensões repetidas com meio agressivo. A solução é construir o equipamento suficientemente dimensionado para reduzir tensões cíclicas.
  • O contato direto e permanente com certos materiais tais como madeira ou aço carbono deve ser evitado. Por exemplo, no revestimento de tanques de madeira com aço inoxidável, a interface entre os dois materiais deve ser revestida com asfalto ou cromato de zinco para proteção contra a corrosão.
  • O equipamento de aço inoxidável não deve ficar em contato com desinfetante ou soluções esterilizantes por muito tempo. Muitas vezes estas soluções contêm cloretos que podam causar corrosão por pite. O aço inoxidável deve ser limpo e lavado completamente, após o uso. Algumas soluções esterilizantes comerciais contêm inibidores, diminuindo a ação corrosiva destas soluções.
  • O aparecimento de” ferrugem” nos aços inoxidáveis muitas vezes nos leva a acreditar que os mesmos estão enferrujando. A fonte pode ser alguma parte de ferro ou aço não inoxidável, tal como um prego ou parafuso. Uma alternativa é pintar com tinta à base de epóxi todas as partes de aço carbono com uma camada grossa de proteção.

Para mais dicas entre em contato com o Grupo Feital. Nossos colaboradores estão preparados para atendê-lo.

Compartilhe esse conteúdo

Fique por dentro das novidades

Assine a nossa Newsletter

* Não enviamos SPAM, apenas conteúdos relevantes para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Atuação Nacional desde 1946

Contamos com uma localização estratégica de atendimento em todo o Brasil, e entregamos os produtos adequados para cada projeto com o selo de qualidade do Grupo Feital.