Sete aspectos que devem ser considerados ao escolher o aço inox ideal para o seu projeto

Sete aspectos que devem ser considerados ao escolher o aço inox ideal para o seu projeto

1. Soldagem

Nem todos os tipos de aço inoxidável são soldáveis. Alguns podem sofrer problemas de corrosão intergranular, fissuras a quente e fissuras por corrosão sob tensão.  As ligas como 304L, 347, (austeníticos) 410, 420, 440 (martensíticos) são facilmente soldáveis, já os ferríticos não são adequados para soldagem. Mas é preciso tomar um cuidado extra no processo para garantir que as propriedades do metal não sejam comprometidas.

2. Resistência à corrosão

Uma das principais característica do aço inox é resistência à corrosão. Mas existem níveis variados de acordo com a liga. A 304 e 316 são as mais procuradas devido às altas quantidade de cromo e molibdênio adicionados.

3. Necessidade de usinagem (trabalhar uma peça bruta com máquina-ferramenta para dar-lhe a forma final)

A maioria dos tipos de aço inoxidável pode ser usinada, entretanto, muitos deles são suscetíveis ao endurecimento. Semelhante aos aços carbono, o enxofre pode ser adicionado para aumentar a usinabilidade; a série 303 é um exemplo disso. É muito semelhante ao grau 304, exceto pelo enxofre adicionado para fins de usinagem. A liga 416 é outro exemplo de aço inoxidável martensítico com adição de enxofre.

4. Tratamento térmico

Para submeter o aço inoxidável ao calor é preciso saber como as propriedades serão afetadas. Graus 440C e 17-4 PH são bem tratáveis.

5. Força

Outro fator muito importante a ser considerado é a resistência. Ela varia entre diferentes graus. Aços inoxidáveis ​​martensíticos, como grau 440C e aços inoxidáveis ​​endurecidos por precipitação, como graus 17-4 PH e 15-5 PH têm a melhor resistência. Os aços inoxidáveis ​​austeníticos vêm em segundo lugar na escala de resistência. Os aços inoxidáveis ​​duplex podem fornecer propriedades de aço inoxidável ferrítico, mantendo uma ductilidade e tenacidade próximas aos aços inoxidáveis ​​austeníticos.

6. Boa formabilidade

Se a aplicação de fundidos de aço inoxidável exigir boa conformabilidade, o grau austenítico, como 304, ou um grau ferrítico, como 430, são os melhores. O grupo martensítico de aço inoxidável tende a ser frágil e não é prontamente moldável.

7. Custo-benefício

Para escolher um bom tipo de aço inoxidável, todas as considerações acima são importantes, mas a mais importante é a relação custo-benefício. Portanto, é importante considerar a aplicação, o ambiente pretendido e a durabilidade do produto.

Embora a maioria dos tipos de aço inoxidável exija manutenção insignificante, você ainda precisa considerá-la, dependendo do ambiente hostil, frio ou corrosivo em que se espera que funcione.

Compartilhe esse conteúdo

Fique por dentro das novidades

Assine a nossa Newsletter

* Não enviamos SPAM, apenas conteúdos relevantes para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Atuação Nacional desde 1946

Contamos com uma localização estratégica de atendimento em todo o Brasil, e entregamos os produtos adequados para cada projeto com o selo de qualidade do Grupo Feital.